5.11.17

Deixem-me Fotografa[la]r


Já faz um ano e pouco desde que voltamos dos EUA. Não tenho atualizado tanto este blogue como gostaria. Mesmo que ninguém o leia, é uma forma terapêutica e uma plataforma de arquivo que tenho, desde sempre. Desde que comecei o gosto da fotografia. Desde que tirei o curso de fotografia e principalmente desde que fui mãe e fui viver para os Estados Unidos.
Tenho saudades do tempo mais organizado que tinha, de ter mais disposição e menos cansaço para estas "terapias" extras.
Lembro-me da primeira vez qui fui mãe, do choque inicial que levei e da mudança radical que a minha vida sofreu. Na altura não havia estas imensas plataformas sociais que existem agora, mas ainda bem... Levei um tempo até engrenar e ter vontade de estar à frente de um computador pois a minha vida girava em torno de um mundo que desconhecia e o "baby blues" foi bem real. Entrei em licença de maternidade e depois, mudei-me para os Estados Unidos. Foi a solução que encontramos na altura, para esta nossa família luso-americana.
Lá comecei a voltar mais ativamente a fotografar e durante muitos anos foi a minha voz, o meu contacto com Portugal. Foi um blogue sempre em Português e ainda bem que assim o fiz. Não tinha um smartphone na altura e acho sinceramente isso libertador.
Quando fomos viver para Vermont, foi lá que explodiu o meu lado criativo visual. O ambiente natural era deslumbrante, a luz natural era magnífica, a neve era mágica... o tempo para cozinhar e dedicar-me aos crafts era bem maior. Os meus dias de folga eram passados com a filha única e criar um post para o blogue.
Depois disso foi Florida e outro registo visual.
Depois Minnesota e novamente uma mudança.
E agora Portugal, 3 filhas e uma enorme mudança.

O iPhone tornou-se o aliado perfeito nesta "voz" com menos disponibilidade mas que ainda tanto quer falar. Posso segurar num bebé, enquanto faço click-edit-share.

Este ultimo ano está muito resumido neste painel. Estou agora no meu país que igualmente é muito deslumbrante, tem uma luz encantadora e cheio de recantos mágicos. Não tem neve mas tem mar. Mas devo dizer que tem uma coisa muito chata: custos e processos alfandegários! haha Mas isto seria história para um outro post :)

Até já....

xoxo
Jo

1 comentário:

Analog Girl disse...

Olha que belo post! Saudades de ver o mundo pela tua lente. E essa retrospectiva destes anos... é tão bom olhar para trás e ver que construíste um caminho tão rico. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...