31.12.15

#2015bestnine


Último dia do ano e de acordo com o famoso #2015bestnine do instagram, este foi o painel do meu ano. Não podia estar mais de acordo. Os meus 'balõezinhos' são obviamente o destaque e alegria.

Neste dia introspectivo não peço muito. Prefiro rever aquilo que foi ao invés de planear o que é que vem. Gosto mais do sabor da surpresa e planear menos e viver mais.

Seja o que vier, que venha repleto de muita união, paciência, respeito, alegria e saúde. 

2015, foi estranho, temido, por vezes assustador mas por entre estes 'horrores', superou-se tudo com muita perseverança. 
(Nesta publicação do meu instagram, faço um resumo do meu ano).

Agora, apenas ansiosa de começar a criar novamente um painel para 2016 em que possa olhar para trás e sorrir muito. Rever, rever e sorrir.

Feliz 2016 para vocês!!



15.12.15

DIY Caneca com biscoitos // DIY Mug with cookies



Para presentear as educadoras da minha filha com uma pequena lembrança natalícia, quis envolver a filha no processo.
Um pequeno gesto e um presente simples mas feito com carinho, foi a nossa ambição. Achei que uma professora receber uma caneca com desenhos dos seus alunos e mais uns biscoitos para acompanhar o seu café/chá, fosse o presente ideal e algo que eu gostaria certamente de receber.

Quando contei à minha filha o que íamos fazer ela ficou extremamente contente, principalmente porque ia poder desenhar com a 'naughty pen' a.k.a caneta permanente. Fazer biscoitos e cortar a massa com as formas é outra diversão para ela. Conclusão: um presente divertido para se fazer com crianças e ficam todos os orgulhosos com o resultado.

A ideia da caneta permanente numa caneca, já tinha visto há anos no pinterest. Para ter a certeza que isto fosse resultar, fui averiguar melhor e apesar de não ter propriamente testado se de facto a caneta resiste às lavagens, segui os conselhos de pessoas que já o tinham feito. O conceito é apenas desenhar na caneca e levar ao forno, para que a tinta fique no esmalte e não saia.

Para a caneca:

  • Quanto mais barata melhor pois terá menos espessura de esmalte e dessa forma a tinta 'agarra' melhor;
  • Escolher uma caneta à base de tinta de óleo para desenhar. Ao que parece resulta melhor mas eu não encontrei. Deixar a criança desenhar e esperar que seque. Passar novamente por cima do desenho outra camada de tinta para evitar que futuramente a tinta aclare;
  • Colocar a caneca no forno enquanto este ainda estiver desligado e depois ligá-lo a 220º durante meia hora. Deixar as canecas lá dentro até arrefecer por completo. Isto tudo para evitar grandes contrastes de temperatura resultando às vezes em quebras. 

Para os biscoitos:

  • Para a receita fiz uma pesquisa e encontrei esta do blogue 'Bocadinhos de Açúcar'. Ficaram óptimas! Aconselho apenas deixar a massa descansar um pouco antes de a estender; 
  • Os cookie cutters e o icing para decorar, comprei na loja Docinho de Açúcar (que por sinal fiquei super fã desta loja). 
Montagem:
  • Coloque dentro da caneca um saquinho de plástico e depois encha com os biscoitos. Os saquinhos também são do Docinho de Açúcar. Depois feche com um fio à escolha;
  • À volta da caneca coloquei uma fita de cetim para dar um ar mais natalício. 

Fácil, fácil e um presente memorável ideal para ofertar a qualquer pessoa.

xoxo
Jo




13.11.15

1 MÊS ✶



Foi um mês que passou a correr.

Primeira metade com a mãe numa ansiedade de ela vir para casa, e na segunda metade, num namoro constante com ela em casa.

Temos uma aventura grande pela frente e estou tão feliz que faças parte desta jornada, juntamente com a tua mana, papá, e mamã...

(Mais aventuras fotográficas desta minha chunky monkey no instagram @ballonblanc)

11.11.15

#ballonblancbabe2


13.10.2015 | 16:20h | 4.130kg | 51cm

Tardou mas chegou. Tanto o post como ela, que veio só depois das 40 semanas.

Para supresa de muitos, que não sabiam da minha gravidez, eis que tenho um bebé. A linda gorduchita que veio juntar-se a esta família que tanto ansiava pela chegada dela.
Não divulguei a minha gravidez talvez por medo, ansiedade e nervosismo. Não foi fácil e após análise pela parte dos médicos do meu historial, esta gravidez foi considerada de risco e a precisar de mais vigilância e cuidados. Os exames indicavam tudo bem com ela mas seria bom precaver, devido ao passado.
A meio da gravidez vim para Portugal... para descansar, parar...
Tudo correu bem.

Dia 13 nasceu e tudo correu bem outra vez... até ao dia em que íamos ter alta. O pediatra detectou-lhe uma taquicardia supraventricular e antes que eu pudesse processar o que se estava a passar e porquê, já estaria ela ligada a máquinas nos cuidados intensivos.
Foi um choque, uma angústia porque nunca imaginei que algo aflitivo me pudesse acontecer outra vez.
Por ignorância, achei que tudo se pudesse resolver em 1 ou 2 dias e que logo, logo ela viria para casa. Esses dois dias transformaram-se em 16 na Neonatologia. Os planos foram trocados e o tempo passou a ter que ser vivido ao dia-a-dia, na esperança que os medicamentos pudessem controlar os episódios. Esperar...esperar... Perdi a noção do tempo.
Nenhuma anomalia estrutural lhe foi detectado no coração, o que foi um alívio enorme.

Agora está em casa bem e calma. Contudo medicação constante até fazer 6 meses, e depois o desmame até um ano.

Os primeiros dias dela e o tempo de recém-nascido foi passado assim, como mostra as fotografias. Entre fios e apitos, tirava-lhe da incubadora quando podia para lhe dar o conforto e carinho que uma mãe tanto quer e suspira por dar.

Porque assim foram os primeiros dias dela, e assim o retrato, sem folhos e pompa e circunstância. Esta minha filha veio ao mundo e começou assim, como uma guerreira.

29.10.15

Os meus balõezinhos brancos...


O dia 25 de Outubro, será um dia para nunca esquecer.
Foi neste dia que o meu mundo desabou repentinamente sem perceber porque é que tudo aquilo aconteceu e porquê a mim. Ainda às vezes me custa falar sobre a perda, mas passado dois anos, a memória de tudo ainda permanece um pouco nublada.
Neste dia, aquilo que julgava garantido, foi me tirado bruscamente. Não é com mágoa ou alegria que quero deixar aqui esta homenagem à menina que fez parte de nós, mesmo que por breves instantes. Carreguei-a durante quase 9 meses e segurei-a nos braços por umas horas.

Não consigo explicar ou pôr em palavras o que ainda hoje sinto. Porque neste dia, e passado dois anos tenho agora uma recém-nascida nos cuidados intensivos sem ainda ter ido para casa, quero com carinho e ligeireza doce, ter as minhas três meninas juntas com a irmã mais velha a dar-lhes a mão, enquanto brincam e se passeiam...

...

*Saudades tuas, meu anjo... 
A tua mana mais velha não se esquece de ti. É a primeira a relembrar-nos que fazes parte de nós. Tens também uma irmã bebé linda e gorduchita que nasceu no mesmo mês que tu. 
Vocês, são os meus três balãozinhos brancos...* 

30.9.15

● Setembro ●


Mas fim de Setembro já? Como passou este mês assim tão rápido? 

Foi um mês de continuação e de iniciação também. De coisas giras, da entrada da minha estação favorita e de reunir e organizar assuntos e projetos pendentes. Mas ainda há tanto, tanto para vir e mudar. 


// Os meus macramés de verão estão finalmente todos reunidos numa loja Etsy. Foi uma enorme diversão e terapia ter ocupado o meu tempo livre aquando da vinda a Portugal, com esta técnica que comecei a apaixonar-me desde o ano passado na Florida. As possibilidades são ilimitadas e com satisfação deixo a minha mente fluir espontaneamente e livremente neste mundo de nós. 
// Tenho reunido as minhas memórias do verão em Portugal em forma impressa através das minhas imagens do Instagram. O Instalab tem diversas soluções e fiquei fã! Depois mostro em detalhe.


//A minha filha iniciou a pré-escola agora em Portugal, enquanto ainda estamos por cá. Confesso que estava receosa mas ao mesmo tempo ansiosa que ela pudesse finalmente começar a aprender o Português de jeito. Nos Estados Unidos, falhei redondamente pois sendo eu a única a falar o Português, vi-me a certo ponto confrontada com uma barreira e para 'facilitar', deixei-nos envolver mais com o inglês. Por isso este tempo agora aqui é perfeito para ela se tornar perita em duas línguas. Crianças aprendem tão rápido e ela tem sido uma corajosa e fantástica sem medos nenhuns, a enfrentar uma realidade diferente sempre com boa disposição e sorrisos. 
//Esta Babe faz sempre umas coisas giras, giras e fofinhas e adorei o presente de uns Yay glitter banners, que ela nos trouxe. Alegra qualquer parede e são ótimos para festas, eventos, fotografia, quartos... um mundo! Obrigada querida! Adorei. E ela faz outros tantos projetos de perder a cabeça. 

Setembro foi em cheio, mas estou ainda mais ansiosa pelo Outubro :))

E como foi o vosso mês?

.

31.8.15

5 ★ | Boho-Beach Party



Primeiro aniversário em Portugal. Primeiro aniversário com a família.

Estes anos nos Estados Unidos, a vivermos longe de todos, foi sempre impossível conciliar festividades com os familiares, por isso esta festinha boho-beach dela, foi mais um encontro familiar dividido em dois dias, do que propriamente uma festa à la grande, com pompa e circunstância.

Pormenores decorativos com ar menos infantil, apenas com estes apontamentos para dar um ar de sua graça. Foi reutilizado praticamente tudo que já tinha comigo por isso foi só meter os dedinhos a trabalhar para dar nova vida às coisas. O grande foco foram os macramé para decorar a parede e a porta de entrada. Festa que é boho, precisa de macramé, penas, conchas e velas...

O que importa mesmo era que ela estava feliz e desfilou o vestido que a bisavó fez especialmente para o dia dela. Ficou uma querida...

E assim foi a festa dos 5!! :))

//

First birthday in Portugal. First birthday with relatives. 

All these years living in the States far from everybody, made it hard to gather family for this day, so this time around, her boho-beach party was more of a family gathering than a over-the-top party. 

These are the decorative details with less of a childish look to it, displaying only little fun notes to make a difference. I reused almost everything that I had with me already and just gave it a new life. The big focus was the macramé on the wall and door. Boho party in it´s glory has to have macramé, feathers, shells and candles...

What really matters is that she was very happy and prancing around in her pretty dress made by her great-grandmother especially for this day. She looked like a doll...

And this is how it all went down, for her big 5!! :))

18.8.15

My spoon full of sugar...


Esta minha 'pirosa' faz 5 anos de hoje a uma semana.

5 anos desta menina que consegue ir de a uma querida, a uma fera incontrolável, em menos de nada. Tem uma energia imparável e um estar contagiante. É tímida ao início, depois ninguém a consegue agarrar após estar ambientada.
É bem disposta, e sempre pronta a pular e dançar de manhã à noite se a deixasse. Quer sempre ouvir música, de preferência bem alta e fantasiar-se para atuar. Está numa família de veia artística e é inevitável ver-lhe este dom para as artes... mas representativas. Não consigo que me sente para me fazer um desenho, mas adora 'mascarar-se' e entrar no mundo só dela.
Os gostos vão desde a princesas, a tartarugas ninja. Pediu até uma máscara e espada e perguntou se podia ir conhecer os esgotos onde eles vivem.

É uma curiosa e observadora e está no auge das descobertas e dos "porquês". Preocupa-se quando vê alguém aflito ou em dor e sofre com isso.
Vi-a chorar pela primeira vez no outro dia ao ver um filme, emocionando-se quando a personagem tentava encontrar a mãe. É um furacão sentimental.

Ser mãe é gratificante e único sem dúvida, mas põe qualquer pessoa à prova diária, a duvidarmos por vezes se estamos a fazer o papel de mãe corretamente. Se estamos a guiá-los para o bom caminho, educação, valores, princípios, maneiras...
Isto não é um blogue sobre a maternidade, apesar de a minha filha ser o grande foco desde os tempos que ainda andava pela minha barriga. Não menciono os feitos, conquistas, derrotas ou frustrações, mas uma coisa é certa, isto é uma jornada como qualquer outra mãe, e se há dias bons, também há dias maus. Não nascemos ensinados para este papel de ser mãe, mas fazemos o melhor que podemos e sabemos.

A propósito do livro que ando a ler agora para ajudar a guiar, a decifrar certos comportamentos e atitudes destas pequenas mentes explosivas e de personalidade ao rubro pela descoberta, este post não podia deixar de mencionar as palavras da autora, em que diz que pais felizes é igual a crianças felizes. 
Não nos esqueçamos disso, pois eles não são mais que uma extensão do que têm em casa e fico a torcer que tenhas sempre muita felicidade e o respeito que mereces, por esta vida fora.
E já agora, obrigada por seres uma modelo fotográfica sempre disposta a aturar as lentes da tua mãe. 

Já são quase 5 anos de ti, minha colher cheia de açúcar! ❤︎

(Imagens da brincadeira Mary Poppins. Pus-lhe batom pela primeira vez e estava feliz que só visto...)

15.7.15

It´s all about...the beach, 'bout the beach!



Rumamos ao Algarve em Junho. Altura perfeita pois como se sabe as enchentes vêem depois e as grandes vantagens de ter sido mais cedo, foram praias vazias! A água estava geladinha e algum vento chato mas o sol brilhava e foram dias fantásticos.
Já não ia ao Algarve há anos. Fico sempre nostálgica quando estou nos States e vejo imagens destas praias com falésias douradas e águas cristalinas. Muito subimos e descemos e passamos por grutas de acesso às praias. Foram aventuras que encheram a filha de diversão e foi tão bom retornar a todos os locais que sempre adorei. 
Ia já outra vez e espero ter oportunidade de voltar antes das próximas aventuras de vida! 

E vocês, já de férias? Por onde vão andar?

//

We headed south to Algarve in June. Perfect timing because the big crowds tend to show up later on and one of the biggest advantages, are empty beaches. The water was a little cold though and a nagging wind everyday but sun was shinning and we had amazing days.
I hadn´t been to Algarve for ages. When in the States, I get so nostalgic looking at these beaches with it´s golden cliffs and crystal clear water. We climbed and descended a lot through rocks and caves to access the beaches. Adventures in the eyes of daughter and it was so much fun going back to my favorite spots. 
I would go back in a heartbeat and I hope to return sometime soon before our next life adventures!

How about you, on vacation already? Were are you heading to?





27.6.15

#beachlifepattern | Algarve



Neste dia abrasador por Lisboa, resolvi "refrescar-me" com a publicação de uma das minhas hashtags favoritos pelo instagram, que criei desde que vim a Portugal.
Estas falésias deslumbrantes e imponentes, proporcionam estas vistas de cima do padrão típico de verão: vida na praia.
Pessoas miniaturas nas aguas e areias, chapéus de sol a cobrir e colorir a areia... BAM! Nasceu #beachlifepattern.
Estas foram tiradas no Algarve pelas praias que sempre adorei e que quis re-visitar.

Espero que se divirtam com este pseudo-voyeurismo, tanto quanto eu!

Viva o verão!

Podem seguir estas minhas aventuras de verão pelo meu instagram.

//

In this absolutely blazing day in Lisbon, I´ve decided to "cool-off" by publishing one of my favorite hashtags on instagram that I created ever since I arrived in Portugal. 
Stunning and stately cliffs, offer rad views from the top of the typical pattern of summer: beach life. 
Miniature people in the water and sand, umbrellas covering and coloring the sand... BAM! #beachlifepattern was born.
These were taken in Algarve throughout the beaches that I always loved and wanted to revisit. 

Hope you have fun with these pseudo-voyerism, as much as I do!

Hurray for summer!

You can follow these summer adventures on my instagram






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...