16.10.14

Espiar a fragilidade efémera


Outrora vivi aqui, agora julgo que sou como o resto da manada, que fazem excursões no outono para espiar a folhagem deslumbrante desta terra.

Voltei a Vermont por várias razões: para ver o outono, amigos, descansar e talvez para voltar a estar junto do local onde há quase um ano, tive uma grande perda. Outubro, marca esta data que ainda me custa falar mas que não esqueço um dia que seja. Esta foi e será a terra "dela".

À parte de pensamentos e sentimentos profundos, esta terra faz-me sorrir e foi com ela que aprendi a apreciar o campo e a natureza, a simplicidade das coisas e a beleza que a terra nos dá.

Trouxe de volta comigo folhas vermelhas e laranjas e por coincidência na escola da minha filha, estavam a estudar as árvores e a mudança das estações. Levei para a escola todas estas folhagens e foi com alegria que notei o quanto apreciaram observar ao vivo as ditas. Aqui na Flórida passamos do verde para o castanho e a permanência das palmeiras verdes...

Com agrado me afirmo como espia de folhas e a lição que tiro disto tudo? Nunca subestimar aquilo que julgamos como garantido. Tudo é tão efémero, como a transformação das folhas.
Conseguir ainda ver a beleza numa época que me foi assombrada há uma ano, considero uma conquista. Enquanto caíam as folhas, caiu-se me o mundo e ainda assim, gosto de ti, terra e vida maldita que me prega partidas às vezes.

Espio-te e assisto-te no esplendor da tua fragilidade. Levaste-me a filha, como levas as folhas. Mas as raízes mantêm-se e irei sempre regar esta minha memória, para que possas florescer nas seguintes estações. 


8 comentários:

**mf** disse...

<3

ashley leo. disse...

A melhor estação do ano :)

DREAM is the word disse...

Fotografias lindas, como sempre, e um beijinhO grande nesse coração de mãe <3

andrea disse...

como é bom viver o outono por aqui... sensação de casa!

rita sevilha | weaving disse...

alva quase transparente disse...

Palavras tão sentidas e, apesar das tristeza que denoto, lindas.

É um processo e uma aprendizagem...

Beijinho

P.S.: Mais uma vez, deslumbrada pelas fotos

akane disse...

Que palavras bonitas, e como te compreendo! Estive em Vermont a primeira vez que fui aos estados unidos. Fui em pleno inverno, por isso as cores eram outras, mas estes tons quentes dão-lhe realmente outro ar encantador.

angela fernandes disse...

Que lindas imagens, essa terra é mesmo mágica que aos meus olhos só visível assim ou em filmes... mesmo sendo para ti um lugar com memórias tristes és capaz de a visitar e aproveitar o melhor que tem. beijinhos e força... ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...