24.9.14

espelho meu, mundo meu (#2)


Quando era pequena, adorava brincar com os guaches do meu avo que ele tinha na secretaria. Ate a' data não entendo porque 'e que ele tinha estas pastas coloridas na mesa, pois ele e' homem de números e cálculos. Mas la os tinha e a neta deliciava-se com tais.
Espremia os vários tubos de cor num papel, dobrava a folha ao meio, pressionava, e milagrosamente em menos de nada ficava contemplado com o meu resultado "artístico". Mais de 30 anos depois, ainda me encontro a brincar aos "espelhos".

Céus a porem-se em cores doces... espremidas e espelhadas no mundo meu.



Outro do meus mundos.

E que tal uma musica para acompanhar?

15.9.14

Nem sempre é sol...


Ah sim, aqui chove também, todos os dias à tarde. Mas é tão passageiro que não incomoda. O pior é a humidade que traz.
Quando a chuva abrandou, filha e eu fomos dar um passeio e qual é o miúdo que não adora saltar nas poças? Exacto!
Galochas, chapéus de chuva e muitos saltos para marcar o que representa também o verão daqui.
Uma boa semana!
xoxo

14.9.14

Setembro por aqui...


De manha quando ligo as noticias e enquanto beberico o meu café, de ar condicionado ligado em casa, olho para o mapa do pa'is na televisão e vejo as temperaturas no norte a descerem drasticamente.
[humm, lembro-me bem do que era entrar em Setembro. Automaticamente o "meu" norte vestia os casacos, malhas e botas].
Ainda custa-me um bocadinho embrulhar a minha mente nesta ideia, que aqui continuamos assim... de fato de banho e ar condicionado.

Agora e' que não há mesmo desculpa para não sair a' rua e aventurar por aqui.

(Fotografias de há uns fins de semana atrás)

8.9.14

Meca das conchas


Fomos à ilha Sanibel, considerada uma das melhores do mundo para a apanha de conchas. Íamos completamente entusiasmados e com alta expectativa, de colher umas preciosidades. Foi com uma certa desilusão que não avistámos estas conchas exóticas trazidas das caraíbas (devido à forma da ilha curva que as colhe como uma pá, concentram-se em abundância neste local). A maré estava alta quando chegamos e ao que parece, a melhor altura é na primavera. Ah e a lua também influencia nestas coisas. Oh well, fica para a próxima.

Mas praia é praia, e é sempre um prazer, e com água quente? Não precisamos de mais nada. A ilha está cheia de casas amorosas, lojas originais, muito verde e palmeiras... Visita obrigatória.

Para quem quiser conhecer melhor sobre esta meca das conchas, há muitos sites a falarem sobre este local. Podem ir aqui.

2.9.14

Ybor City

 

[Quero em primeiro lugar agradecer ao meu marido por me ter facilitado este post. Os créditos de fotografia sao todo dele. Apesar de adorar fotografar, gosto também de abdicar do peso da câmara e passear sem os olhos na objetiva constantemente. Editei as fotografias, e apareço nelas com a filha. Raridade absoluta pois o que eu gosto mesmo e' de estar atrás da câmara].

Este passado fim de semana, fomos ate Ybor City, aqui em Tampa. Passo por este centro histórico todos os dias e estava em falta uma visita de jeito.
Ybor e' uma visita obrigatória para quem venha por estes lados. Esta carregado de historia, passado glorioso e de seguida decadente, mas ressurgiu novamente nestas ultimas décadas e transformou-se num centro para artistas, espetáculos, vida noturna e a comunidade gay criou uma organização profissional chamada Gaybor.
Este bairro na cidade, foi estabelecida para a manufatura de charutos em 1880 e milhares de imigrantes povoaram a região para trabalharem nesta produção. Ainda hoje esta espalhado pelas ruas, lojas de produção de charuto, principalmente por proprietários cubanos e e' uma verdadeira experiência entrar nestes bares/loja de charutos. Musica cubana ao fundo, pessoas a enrolarem os charutos, outros a jogarem domino na mesas... Foi inevitável entrar e comprar um charuto apesar de nenhum de nos fumar.

Anos mais tarde, o bairro começou a deteriorar-se devido a' depressão e guerra e a máfia ocupou o local, tornando-se este bairro decadente e perigoso. Ao que parece, era no Tropicana (na imagem acima) que a máfia se encontrava.

A historia e' super interessante e felizmente que tomaram rédea a' região. Durante o dia 'e aceitável para família, mas a' noite 'e "da pesada" ainda. Não deixa por isto tudo, de ser charmosa.

Se quiserem conhecer mais: Aqui e Aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...